A passagem do furação Lorenzo, na noite de 2 de outubro, provocou danos severos na obra em curso do Porto das Poças, localizado na costa leste da Ilha de Santa Cruz das Flores, nos Açores. Os prejuízos, estimados provisoriamente em mais de um milhão de euros, irão provocar um considerável atraso nos trabalhos, cujo planeamento, coordenação e fiscalização estão a cargo da Prospectiva. Em causa está a destruição de cerca de 100 metros de molhe espalhando, na bacia adjacente vários tipos de enrocamentos.

De acordo com o presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, no total, o furacão Lorenzo provocou um prejuízo estimado em 330 milhões de euros em várias ilhas dos Açores, em áreas como infraestruturas portuárias e de apoio à atividade portuária, rede viária e outros equipamentos públicos, na habitação, nas pescas, na agricultura e no setor empresarial privado.

Depois de terminada, a empreitada de requalificação do Porto das Poças promete melhorar consideravelmente as condições de operacionalidade e segurança para as embarcações de passageiros, empresas marítimo-turísticas e, finalmente, para a frota de pesca.

As obras têm como objetivo a construção de um novo molhe de proteção para toda a bacia portuária e a dragagem do canal e acesso ao cais. Deste modo, pretende-se melhorar as condições de operação no Porto das Poças por parte das embarcações de transporte de passageiros, que efetuem as ligações marítimas entre a ilha das Flores e a Ilha do Corvo.

Além disso, a empreitada tem previsto a otimização da forma de aproximação ao cais, bem como a saída em segurança do porto por parte das embarcações registadas na frota de pesca e nas atividades marítimo-turísticas. Mais um grande projeto da Prospectiva que, graças a uma equipa fantástica, tem conseguindo estar à altura para responder aos muitos desafios de uma obra longa e de considerável complexidade.

Porto das Poças antes da passagem do Furacão Lorenzo

Destruição provocada pelo Furacão Lorenzo no Porto das Poças