Campo Municipal da Bela Vista, Lagoa

, ,
Campo Municipal da Bela Vista, Lagoa

Este projecto tem por objectivo dotar o concelho de Lagoa com uma infraestrutura desportiva que integra campo de futebol e pista de atletismo, onde se possam desenrolar competições de elevado grau de prestação atlética, cumprindo todos os requisitos indispensáveis para o efeito e sendo compatível com uma utilização intensa do público em geral na componente de desporto lazer.

Este equipamento desportivo situar-se-á num terreno com uma configuração topográfica que praticamente pré-determina a sua implantação, não exigindo terraplanagens significativas.

A área disponível é de dimensões muito exíguas, o que implica que a área exterior ao campo desportivo seja praticamente toda utilizada com a rede viária de acesso e com as indispensáveis zonas de estacionamento para automóveis ligeiros e autocarros. Por este facto as áreas verdes serão relativamente pequenas.

A capacidade da bancada é de cerca de 1700 espectadores, o que implica a existência de um estacionamento com capacidade para cerca de 150 viaturas ligeiras (incluindo 6 para pessoas com mobilidade condicionada e 16 para atletas) e 6 autocarros.

O dimensionamento das instalações de apoio foi elaborado em função da valência de atletismo, que é a mais exigente, pois é a que envolve maior número de atletas, treinadores e árbitros/juízes, tanto em situações de treino como em competição.

O edifício incluirá Balneários/Vestiários com tipologias diferenciadas, apoiados por sala de massagens e fisioterapia, instalações para treinadores e árbitros, posto médico, portaria, central térmica destinada à produção de água quente (assistida por painéis solares), arrecadações, ginásio, serviços administrativos, grupo gerador de emergência e P.T.

A bancada inclui um troço central coberto por pala metálica onde se situa a bancada de honra e é apoiada por café e dois núcleos de i.s.

Foram ainda consideradas salas para espectadores diferenciados (sala VIP e sala de imprensa) bem como lugares para pessoas com mobilidade condicionada e respectivos acompanhantes.

A imagem e linguagem arquitectónica adoptadas procuram evidenciar a distribuição dos diferentes espaços e serviços, marcando com clareza as diferentes entradas. Os sistemas construtivos adoptados são correntes e os materiais duráveis e de fácil manutenção.

O edifício é maioritariamente constituído por betão aparente, evidenciando-se um plano revestido a pedra da região (Sienito) que comunica com a rua, donde por sua vez se destacam dois volumes revestidos a painéis de resina fenólica que têm a aparência de madeira laminada clara.

O plano em pedra é rasgado por horizontais janelas a partir das quais a luz se escoa para vestiários, balneários e demais instalações. Quando necessário prevê-se o recurso a vidro fosco como garantia de privacidade para atletas. A estereotomia irregular e vibrante do plano de pedra, marcada por uma forte horizontalidade (só as juntas horizontais são visíveis), transmite à fachada “movimento” –  tema do presente equipamento.

A fachada voltada para o terreno desportivo constitui-se de um plano cinzento azulado que limita o corredor e do qual sobressaem as arrecadações com aparência de madeira criando descontinuidade  e dinamismo.

Cliente: Câmara Municipal de Lagoa
Localização: Lagoa, Portugal
Ano: 2005

Serviços

, ,

Posted on

Março 18, 2005