Projecto de captação das águas de escorrência da encosta e estrada de acesso à Fajãzinha – Ilha das Flores

,
Projecto de captação das águas de escorrência da encosta e estrada de acesso à Fajãzinha – Ilha das Flores

↑ Localização da Fajãzinha

Estrada Regional de acesso à Fajãzinha

O presente projeto surge após se terem verificado movimentos de massas num talude natural da freguesia da Fajãzinha – Ilha das Flores, em Dezembro de 2010, desencadeado por um período de precipitações intensas, e que correspondem sensivelmente às zonas de escorrência de duas linhas de água que drenam diretamente para esta localidade. Os movimentos de vertente atingiram a área habitacional da Fajãzinha, originando elevados prejuízos materiais.

O objetivo do presente projeto é captar as águas de escorrência da encosta e da estrada de acesso à Fajãzinha, ligando-as diretamente a uma linha de água que descarrega no Oceano Atlântico, reduzindo assim os caudais afluentes à Fajãzinha, e consequentemente, os seus efeitos nefastos no escorregamento das massas existentes na vertente adjacente.

Para o efeito foram desenvolvidos estudos geológicos, hidrológicos e hidráulicos, que permitiram definir as intervenções a realizar, tanto na Estrada Regional de acesso à Fajãzinha, como na zona habitacional.

Na Estrada Regional será executado um novo sistema de drenagem longitudinal e transversal, incluindo a plataforma da estrada e a encosta adjacente, com descarga final de todos os caudais drenados na linha de água que os conduzirá até ao oceano.

Na zona urbana foi prevista a execução de um muro de contenção de terras em gabiões, à entrada da povoação; um canal de drenagem ao longo da Fajãzinha, que garanta a continuidade do escoamento da linha de água que a atravessa; o aumento deste canal para montante, de modo a recolher também as águas de drenagem do Ramal da Fajãzinha; e um muro de contenção em betão, a montante da curva do Ramal da Fajãzinha.

Cliente: SECRETARIA REGIONAL DO AMBIENTE E DO MAR
Localização: Fajãzinha, Ilha das Flores, Açores, Portugal
Ano: 2011
Palavras Chave: Projeto, requalificação, ambiente, drenagem