A Prospectiva foi a empresa responsável pela coordenação de segurança em obra na empreitada de demolição do reservatório de água da Venda Nova, localizado na Amadora. A prestação de serviços, adjudicada pela empresa Ferreira e Pereira Silva Propriedade, teve uma duração de 3 meses.

 

O depósito encontrava-se em estado avançado de degradação e em risco eminente de derrocada, devido a uma indevida intervenção, efetuada por terceiros, que provocou a sua queda parcial. A construção colocava em risco várias construções em redor.

 

Assim, a Prospectiva foi a responsável pela elaboração do procedimento de segurança para a empreitada de demolição. A nova intervenção foi efetuada recorrendo a equipamento mecânico de desmonte e demolição de betão armado, utilizando, para tal, uma grua de 20 toneladas para suporte dos elementos, antes do início da demolição.